Luna

With pretty stories for which there's little good evidence Sea of Tranquility tendrils of gossamer clouds decipherment courage of our questions.

@username

Jabaeté, Vila Velha - ES, 29127, Brasil

Autocuidado: Aprenda cuidar da sua saúde mental e emocional!

Hey Fitbela! Tudo saudável e belo por aí? Diferente do que muitas mulheres pensam o autocuidado não se resume ao cuidado com a saúde física, e é por isso que eu amo falar sobre como simples ações de autocuidado impactam a nossa saúde mental e emocional.

Se dedicar cuidado mental e emocional nem sempre é prazeroso, é aquela parte que meche na ferida, que nos desperta para a realidade, cuidados que por vezes são desconfortáveis, porém necessários, principalmente quando ter saúde mental e saúde emocional é uma prioridade.

Costumo dizer que o autocuidado é um conjunto de cuidados que mudam, que nutrem, que transformam, que curam e que são capazes de fazer nossa beleza transparecer e é por isso que eu gosto tanto de praticar e de incentivar todas as formas de autocuidado!



Existem vários tipos de autocuidado e você já deve ter observado que hoje nós vamos conversar sobre dois deles, o autocuidado mental e o autocuidado emocional, duas formas de cuidado que fazem parte da minha rotina e que deveriam fazer parte da sua também.

Leia também: 4 dias de autocuidado para renovar as energias!


autocuidado

O que é autocuidado emocional?

Ao praticar o autocuidado emocional estamos cuidando da nossa saúde emocional, e como o próprio nome já diz esse cuidado nos ajuda a gerenciar melhor nossas emoções e sentimentos.

Como praticar o autocuidado emocional?

  • Exercitando a autocompaixão:

Ser mais compreensiva com você mesma, com seus sentimentos e emoções é um passo importante quando o assunto é saúde emocional.

Eu sempre costumo praticar um exercício de autocompaixão, olha só!

Pare por alguns minutos e pense em imperfeições e defeitos que fazem você se sentir mal consigo mesma, então, reflita sobre as emoções e sentimentos que vem a tona ao pensar nessas imperfeições e defeitos, seja sincera com você mesma e escreva sobre essas emoções como elas são.

  • Aceitando suas emoções:

Alguma vez na vida você já deve ter tentado rejeitar uma emoção e eu aposto que o resultado disso não foi nada legal e isso aconteceu porque se culpar, rejeitar e julgar nossas emoções é extremamente cansativo, o melhor a fazer é aprender a aceitar nossas emoções, pois elas são capazes de promover o nosso crescimento.

  • Escrevendo sobre seus sentimentos em um diário:

Escrever em um diário sobre suas emoções e sentimentos é um processo terapêutico que ajuda a resolver problemas e a desenvolver o autoconhecimento, mas ao fazer isso você precisa ser honesta com você e escrever as coisas como elas são.

  • Gerenciando seus sentimentos:

Por mais negativo que seja um sentimento precisamos aprender a sentir, aceitar e seguir em frente, isso é gerenciar um sentimento e é algo saudável.



  • Se permitindo expressar suas emoções:

Deu vontade de chorar? Chore! Deu vontade de rir? Ria! Expressar nossas emoções e por pra fora o que sentimos na hora em que sentimos é libertador.

  • Se conhecendo melhor:

O autoconhecimento também é uma forma de praticar o autocuidado emocional, isso porque, muitas vezes por não conhecermos a nós mesmos de verdade não conseguimos lidar de maneira positiva com nossos sentimentos e emoções.

  • Sendo acompanhado por um especialista:

Todas as alternativas anteriores são bem vindas, mas o conselho e o atendimento com um profissional especializado não pode ser deixado de lado. Experimente!

O que é autocuidado mental?

O autocuidado mental está relacionado ao cognitivo, ao conhecimento, a criatividade e a tudo o que fazemos para estimular nossa mente e que nos proporciona saúde mental.

Como praticar o autocuidado mental?

  • Adquirindo um hobby:

Ter um hobby para chamar de seu é algo incrível, maravilhoso para diminuir o estresse e as tensões diárias.

  • Lendo um livro:

A leitura nos proporciona sensações maravilhosas, além de estimular a imaginação a leitura trás vários benefícios para a nossa saúde mental.

  • Estimulando a criatividade:

Pintar, dançar, sair para um lugar tranquilo e relaxar, são atividades que relaxam o corpo e estimulam a criatividade.

  • Vendo um filme:

Assistir um filme, uma série, um documentário são atividades simples e capazes de relaxar a mente após um dia cansativo.



  • Aprendendo algo novo:

O aprendizado não poderia ficar de fora, e o melhor de tudo é que hoje em dia temos a internet com diversas opções de cursos para nos ajudar com essa tarefa!

Essas são algumas formas de praticar o autocuidado emocional e o autocuidado mental, mas vale lembrar que o autocuidado é uma opção e você é a única pessoa que pode decidir se cuidar, praticar o autocuidado por obrigação, sem gostar ou fazer por fazer, torna esse momento cansativo e deixa de ser algo positivo! Se for para se cuidar que seja com amor e dedicação e não simplesmente porque todo mundo tá fazendo.

Se você ama dedicar cuidado à pessoa mais importante da sua vida (você), a Rafa do blog Garota Star Fashion preparou um artigo incrível sobre outros dois tipos de autocuidado, o físico e o espiritual, então, corre lá no blog dela e aprenda como se cuidar fisicamente e espiritualmente.


Comentários