Cabelo cacheado

Hey Fitbela (o)! Quem foi que te disse que não é possível ter cachos maravilhosos de salão em casa, errou feio, porque isso é mais do que possível e só depende de uma pessoa, você!

Desde sempre eu escuto, aaah não da pra cuidar do cabelo em casa sozinha! Cachos são muito complicados, embaraça, da até nó! É impossível ter cabelo de salão em casa! Para esses comentários eu digo que, o resultado vai depender do seu esforço e determinação.


  • Não desmerecendo os profissionais cabeleireiros, até porque minha mãe é, mas hoje em dia as pessoas procuram o salão de beleza mais para passar o tempo, para desabafar, distrair a mente e só por último cuidar do cabelo!


Lógico que esses profissionais estudam e conhecem os fios mais a fundo, mas as vezes tratar o cabelo no salão de beleza pode não encaixar no orçamento, sendo assim é a hora de por as mãos à obra e cuidar do cabelito da melhor forma possível em casa mesmo e deixar os salões para as tarefas mais complicadas como pintar, soltar os cachos (se for o caso)...




Para conquistar o cabelo perfeito em casa é importante aderir aos tratamentos semanais, usar produtos específicos, ter paciência e muita disposição.

Quer aprender a ter cachos de salão em casa? Vamos lá!


  • Tratamentos semanais

Mais conhecidos como cronograma capilar, os tratamentos semanais são a peça chave para ter um cabelo maravilhoso, não apenas hidratar, mas sim dar aos fios aquilo que ele necessita, para descobrir a necessidade do seu cabelo veja a imagem a baixo:

Seu cabelo precisa de qual tratamento? Descubra!


Para ter cachos de salão em casa você precisa seguir todos os passos do cronograma capilar, hidratar, reconstruir e nutrir, combinado?


  • Usar produtos específicos


Cabelos cacheados são mais ressecados, isso porque a oleosidade natural não consegue descer até as pontas, sendo assim, você precisa investir em produtinhos que nutram mais profundamente os fios e garantam mais definição e saúde para as molinhas.

  • Usar um shampoo menos agressivo ou adotar o pré poo

Cabelos cacheados são na maioria dos casos fios finos e delicados, que embaraçam e quebram com facilidade, para proteger os fios na hora de lavar você tem duas opções usar um shampoo mais suave ou fazer o pré poo (passar condicionador ou alguma máscara capilar nos fios, antes de lavar), assim os fios vão embaraçar menos durante a lavagem.



  • Escolher um finalizador que se adeque ao seu fio

Para saber se o finalizador é o ideal para o seu cabelo é muito simples, é só observar como ele vai ficar no primeiro day after, se os fios ficarem muito bagunçado é sinal que você precisa usar um finalizador mais pesado e se acontecer o oposto e você sentir seus fios pesados, é sinal que você precisa usar uma opção mais leve.

**Lembrando que, aqui também entra a questão de gosto, se você gosta do cabelo mais pesado, ou mais solto isso é com você, as opções acima são o meio termo, o mais recomendado, para ter cachos soltos e maravilhosos.

  • Fazer umectação com óleos vegetais

A umectação capilar é o essencial para ter cachos incríveis, como já citei antes, cachos precisam de nutrição e nada é melhor para isso do que uma boa umectação, você pode escolher óleos como, azeite de oliva extra virgem, coco, rícino e qualquer outra opção, desde que seja 100% vegetal!

  • Usar uma misturinha para revitalizar os fios quando necessário

Esse aqui é aquele truque maravigold que depois de conhecer, não dá mais pra ficar sem.

Você pode usar essa misturinha no day after, quando não for o dia de lavar, ou quando você  precisar lavar e não conseguir. Uma ótima opção para não precisar lavar ou molhar completamente o cabelo todos os dias.

E será preciso ter em mãos apenas um borrifador, água filtrada, soro fisiológico, um pouco de creme de pentear e um pouco de óleo vegetal, ai é só misturar tudo no borrifador e usar para revitalizar os fios quando necessário.

MISTURINHA NO BORRIFADOR


  • Ter paciência e disposição!

A paciência e a disposição precisarão ser seus melhores amigos de agora em diante, porque cuidar do cabelo em casa exige paciência para manusear as madeixas e disposição para seguir o cronograma de cuidados capilares a cima descrito.




O começo vai ser chatinho, mas tenha paciência, aos poucos seus cachos vão ficando saudáveis e será muito mais fácil para cuidar, tenha calma e persista, pois logo logo seus cachos vão estar maravilhosos.

Preparada para ter cabelos de salão em casa? Então é hora de por as mãos na massa ou melhor na cabeleira e começar a cuidar dos seus cachos!

CACHOS DE SALÃO EM CASA

Acompanhe outras dicas nas redes sociais!

    Pinterest Fit e Bela Blog | Instagram @fitebelablog | Facebook @fitebelablog


beda
Conheça o United Blogs

#beda

Hey Fitbela (o)! Agosto é mês de que? De BEDA, eeeeee!

Espera um pouquinho aí, agosto também é mês de comemorar o aniversário do Fit e Bela Blog! Uhuuul!

Mas o que é esse BEDA Lori?

Ops! Já ia me esquecendo de explicar! BEDA (Blog Every Day April/August), é um desafio que propõe aos (as) blogueiros (as), publicar artigos todos os dias durante os meses de abril e agosto. Outra comemoração importante, que deixa esse mês ainda mais festivo é o dia do blog, comemorado no último dia do mês!

Agosto é um mês muito importante na minha vida, casei, criei o blog, entre outras realizações pessoais, o oitavo mês do ano é muito simbólico para mim e para comemorar, estaremos aqui grudadinhas nesses 31 dias! Muito legal né? Vamos festejar!


Então se prepare pois esse mês teremos posts diariamente por aqui, já coloca o alarme do celular para despertar às 14hs, porque eu estarei te esperando aqui, com um post novinho e cheio de amor!

Aniversário de 1 ano do Fit e Bela Blog

Esse ano passou voando e estamos aqui quase completando 1 ano de vida. Falo quase porque o dia oficial do nascimento do blog foi em 10 /08/2018, mas como esse post dará início a sequência de artigos publicados no #BEDA especial de aniversário, escolhi começar a comemoração no primeiro dia dos mês.

O caminho até aqui foi mágico, mas acima de tudo foi libertador, esse ano eu realizei um sonho e vocês fizeram parte disso. O Fit e Bela blog, não é o primeiro blog de minha autoria, já até perdi as contas de quantos blogs eu criei e depois desisti e deixei pra lá!

Esse ano me libertei de um hábito terrível que me perseguia, a procrastinação! Nunca cheguei a comemorar um aniversário de algum blog anterior a esse, porque por menor que fosse o obstáculo eu já desistia de tudo! A um ano atrás prometi para mim mesma que seria diferente.

Tiveram obstáculos, bateu vontade de desistir, sim, foi um ano cheio de imprevistos, mas eu superei e considero cada artigo aqui presente uma conquista pessoal e a realização de um sonho.

O Fit e Bela Blog é o lugar aonde eu divido, experiências, dicas e muito amor. A você que veio aqui no decorrer desse ano, eu deixo o meu muito obrigada! Se chegamos até aqui, foi porque você fez parte dessa jornada, muitíssimo obrigada!

Se você ainda não faz parte da família, seja bem vinda (o)! Sinta-se em casa, fique à vontade para deixar seu amor registrado em forma de comentários, isso me deixará muito feliz!

Está preparada (o), para acompanhar 30 posts incríveis durante esse mês? Então que comesse a festa!


Acompanhe outras dicas nas redes sociais!

    Pinterest Fit e Bela Blog | Instagram @fitebelablog | Facebook @fitebelablog

beda
Conheça o United Blogs

 Manual da Hipertrofia
Hey Fitbela (o)! Você treina, treina, treina, entra ano e sai ano e os resultados não aparecem? Já parou para pensar que você pode estar fazendo alguma coisa errada? Pensando em descomplicar o crescimento muscular esse manual foi criado, espero que ele realmente te ajude.
O crescimento muscular parece algo tão complexo, mas na verdade, o que torna esse processo tão difícil é a disciplina, depois que você descobrir o caminho, é a hora de se manter firme na jornada, muitas pessoas não tem paciência e desistem, outras permanecem mas fazendo tudo da forma errada e no fim: ambas não alcançam seus objetivos.

Para alcançar a hipertrofia muscular não basta praticar musculação, várias outras coisas são necessárias, o crescimento do músculo envolve um conjunto de hábitos, para alcançar os objetivos é preciso seguir uma rotina equilibrada e focada, para assim, alcançar a hipertrofia muscular.

Dentre os hábitos mais necessários posso citar: disciplina, alimentação correta, descanso, carga,  treino adequados e estímulos específicos para cada  biotipo.
Uma verdadeira mudança de vida, mas que compensa cada segundo, os benefícios do crescimento muscular vão muito além de um corpo super definido,  as mudanças nos hábitos vão gerar: menos estresse, maior disposição, melhora intestinal, melhora do sono, pele, cabelo e unhas ficarão lindos e fortes entre tantos outros benefícios o crescimento muscular ainda te proporcionará um envelhecimento mais saudável.


 Manual da Hipertrofia

Principais erros para alcançar o crescimento muscular

 

 > Se entupir de proteínas.

Os aminoácidos presentes nas proteínas são fundamentais para a regeneração e crescimento dos músculos, mas você não precisa, nem deve exagerar no consumo pois tudo em excesso faz mal e com a proteína não é diferente, a ingestão diária recomendada é de 1,6 a 1,7 gramas por quilograma de peso corporal, mas se você deseja aumentar a massa corporal pode consumir até 2 gramas de proteína por quilograma de peso corporal, existem pessoas que consomem um pouco mais, cerca de 3 a 4 gramas, mas isso tem algumas variantes, quando chegar na parte da alimentação explico melhor.

> Não dormir o suficiente

Durante o sono o corpo trabalha a todo vapor e é nesse período que o principal responsável pela regeneração e crescimento muscular é liberado, então não se sabote e tenha uma boa noite de sono, durma em média 8 horas, de preferência ininterruptas e a noite.



> Ter medo dos carboidratos

Como a massa muscular vai crescer, se não existe energia suficiente para isso? Muitas pessoas tem medo de consumir carboidratos e engordar, mas você já viu que independente do macronutriente, tudo o que não for usado como energia para as atividades do organismo, vão ser armazenadas no tecido adiposo em forma de gordura, não se deve parar de comer carboidratos e sim comer a quantidade ideal, seja de carboidrato, proteína ou gordura. Se você não consumir carboidratos que são a principal fonte de energia do organismo ele vai partir para o plano dois e nessa fase seus músculos estarão em perigo pois o catabolismo será inevitável.

> Treinar em excesso

Sempre escutei por ai que o treino tem que ser pesado para gerar resultados, mas o treino pesado deve ser apropriado e especifico para cada pessoa e deve-se levar em conta também a alimentação pré treino, ou seja, o que a pessoa ingeriu antes do treino, a alimentação fornecerá energia suficiente para  para executar aquele treino pesado, se a energia não for suficiente o corpo poderá e com toda certeza, vai produzir hormônios catabólicos que vão usar a massa muscular como energia. Treinar em excesso também pode fazer com que o corpo economize energia causando uma desaceleração do metabolismo.


> Não descansar entre treinos

O ideal para um praticante de musculação com o intuito de crescimento muscular é um descanso de 24 à 72 horas, entre treinos que trabalhem o mesmo grupo muscular, por exemplo: a Fitbelita fez glúteo hoje, amanhã ela não deve trabalhar novamente esse grupo muscular. 

Esse é o tempo necessário para recuperação do glicogênio muscular, o glicogênio é o estoque de energia das células e sem energia o crescimento muscular não ocorre. Esse período de descanso é individual e vai de pessoa para pessoa, pois depende da alimentação, da intensidade e do volume do treino.


O descanso é importantíssimo quando a questão é crescimento muscular! Estudos apontam que dependendo da intensidade e do volume do treino o período de recuperação do músculo pode chegar à quatro dias ou mais e o que isso quer dizer?  Não podemos trabalhar o mesmo grupo muscular todos os dias, o ideal mesmo seria trabalhar novamente cada grupo muscular quando ele estivesse totalmente recuperado. 



Uma situação muito comum à falta de descanso é o overtraining, um sobre-treinamento que não é nada amigo da hipertrofia, pois causa a perda muscular ou a redução dos ganhos, isso ocorre praticamente por conta dos excessos, treinos intensos sem o descanso adequado e uma má alimentação só facilitam um overtraining, então vá com calma.

Se você leu o post "Dicionário da musculação! já sabe o que é o overtraining, se ainda não leu vou deixar o link aqui é só clicar aqui >> Dicionário da musculação << para descobrir o significado desse e de outros termos usados na musculação.

> Se acomodar ao treino

Nosso corpo se adapta aos estímulos e para de evoluir, isso porque nosso organismo sempre tenta nos proteger de lesões, porém, essas microlesões causadas durante o treino são importantes para o crescimento muscular, então se quiser obter resultados mais significativos, você terá que driblar o seu corpo, para que ele não pare de evoluir será necessário fazer ajustes contínuos na sua rotina de treinos, seja no volume, na carga, na quantidade de repetições, isso deve ser ajustado pelo profissional que te acompanha durante os treinos, mas saiba que a intensidade precisa ser aumentada de alguma forma.

> Alimentação incorreta

 Sabemos que é importantíssimo ter o acompanhamento de um profissional para cada etapa e é aqui que entra o auxilio de um nutricionista. Mas algumas recomendações são gerais!
A alimentação é a peça chave desse quebra cabeça, comer os alimentos errados não vão te ajudar no processo de crescimento muscular ok? Seu organismo precisa de uma dieta balanceada e especifica para o ganho de massa muscular, mas o que vai interferir aqui é a quantidade, pois todo organismo precisa de vitaminas, minerais, proteínas, gorduras boas e carboidratos para se manter saudável.




Importância dos macronutrientes para a hipertrofia

Cada nutriente tem uma função especifica e basicamente um não funciona sem o outro! A proteína é um nutriente formado por aminoácidos, o que é essencial para a hipertrofia pois promove o reparo e o crescimento do tecido muscular, mas para que o organismo consiga transportar esses aminoácidos presentes na proteína até os músculos e assim absorve-los é preciso que o estoque de energia esteja abastecido e é aqui entram os carboidratos, que devem ser de baixo índice glicêmico para que a energia seja liberada no organismo de forma lenta e constante.

Os hormônios também estão diretamente ligados ao crescimento muscular, principalmente a Testosterona e uma excelente forma de sintetizar esse e outros hormônios é através da ingestão de gorduras boas. Uma dieta com os níveis certos de gorduras boas aumentam os níveis de Testosterona e assim aumentam o desenvolvimento da fibra muscular.




Alimentos que contribuem para o crescimento muscular

-Proteínas animais: Ovos (clara e gema), frango, carne vermelha, peixes, leite e seus derivados.

-Proteínas vegetais: Feijão, lentilha, brócolis, nozes e sementes.

-Gorduras boas (Insaturadas): - Ômega 3 - presente em peixes oleosos (salmão, arenque, cavala, atum fresco, anchovas, sardinhas) e em grãos como a linhaça e a chia; - ômega 6 - ovos, leite, carnes e o - ômega 9 - presente em óleos vegetais (azeite de oliva, abacate, coco), azeitonas, abacate, gergelim e algumas oleaginosas (castanhas, nozes, sementes de abóbora).

-Carboidratos complexos (baixo índice glicêmico): Batata doce, mandioca (aipim), inhame, pão integral, arroz ou massa integral.

-Carboidratos simples (alto índice glicêmico): Arroz branco, massa, pão, batata.

Frutas, legumes, verduras e água também não podem ficar de fora!

**Evite e se possível exclua do cardápio produtos industrializados como doces e refrigerantes!





Quantidade diária recomendada de macronutrientes

As refeições deveriam consistir em 50% de carboidrato, 30% de proteína e 20% de gordura (Isso varia de objetivos e protocolos, os valores de 60 carbo, 30 proteínas e 10 gorduras também são bem aceitas, entre outros esquemas, por isso é importante consultar um nutricionista e montar uma dieta ideal para você). Mas vamos para as recomendações que são gerais para todos:

PROTEÍNAS: Esse macronutriente deve estar presente em todas as refeições, segundo a Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte a ingestão de proteínas para quem pratica exercícios de força é de 1,6 a 1,7 gramas por quilo de peso por dia. existem atletas que chegam a consumir 2 gramas de proteínas por quilo. Se o treino for muito intenso essa quantidade pode chegar até 3 ou 4 gramas de proteína por quilo de peso corporal, mas não mais que isso já que o organismo não consegue utilizar mais que essa quantidade e o excesso desse nutriente gera vários malefícios à saúde.




CARBOIDRATOS: Esse macronutriente é importante mas deve ser consumido com cautela, para quem pratica exercícios intensos, o ideal é consumir 5g de carboidrato por quilograma de peso corporal.

GORDURAS BOAS (INSATURADAS): Devem ser consumidas ao longo do dia e preferencialmente acompanhada por uma proteína.

** É importante criar uma rotina alimentar e comer com um intervalo de 2 a 3 horas entre as refeições.


Malefícios do excesso de proteínas para a saúde!



  • Problemas renais e hepáticos

A proteína consumida, no organismo será quebrada para formar energia ou então será transformada em gordura pelo fígado, durante esses processos a amônia é formada e essa substancia que é tóxica, quando excretada no organismo é transformada em ureia no rim e principalmente no fígado, para depois ser eliminada na urina. Com o excesso de proteína, mais ureia será produzida no organismo e assim os órgãos (fígado e rins) responsáveis em eliminar a ureia do organismo serão obrigados a trabalhar mais.

Consumir proteínas em excesso para quem já tem problemas no fígado aumenta as lesões no local e para pessoas saudáveis que não possuem problemas no fígado e nos rins, não existem evidencias que comprovem que o excesso de proteína pode fazer mal, mas por obrigar os órgãos a trabalhar mais existem riscos!


  • Inchaço e aumento de gordura corporal

O inchaço corporal que acontece no ganho de massa muscular nem sempre significa o aumento dos músculos, se lembra que com o excesso de proteína o fígado trabalha mais para eliminar ureia? Esse aumento no trabalho do fígado pode afetar o sistema hídrico do organismo e a consequência desse processo é a retenção de liquido e não o crescimento muscular.

O excesso de proteína que não é transformado em energia é transformado em gordura no organismo, isso mesmo e na maioria dos casos tende a virar gordura pois a proteína necessita de um alto gasto energético para ser quebrada e se não for quebrada e consumida em forma de energia é posteriormente armazenado no tecido adiposo.

Treino e alimentação

-Pré-treino: Antes do treino o mais indicado é ingerir um carboidrato de lenta absorção ou seja, um carboidrato complexo, isso porque para ir treinar o seu corpo precisa estar com o estoque de energia recarregado e o mais importante, você precisará ter energia suficiente para todo o treino.

-Pós-treino: Depois do treino você deve fazer o oposto, ou seja, ingerir um carboidrato de rápida absorção, um carboidrato simples, isso porque, durante o treino e principalmente se o treino for intenso seu estoque de energia estará descarregado e precisando ser recarregado o mais rápido possível para que, tudo que é necessário para reparar as fibras musculares consiga ser transportado e absorvido, no momento certo.

 

** Se alimente o mais rápido possível após o treino!

** Se você faz uso de suplementos, nos dias que não treinar dê preferência aos alimentos e não tome suplementos!

Esse post teve como fonte um artigo do Moizes B. F Junior, um farmacêutico que tem um grupo no Faceebook chamado Desafio Cobavital, eu super indico o grupo para as magrinhas de plantão que querem ganhar uns quilinhos, para participar do grupo, clique >> Desafio Cobavital.

Para acompanhar o Moizes no Instagram e aprender muita coisa legal, clique >> @moizesbatista.

Até a próxima Fitbelas!





Acompanhe outras dicas nas redes sociais!

      Pinterest Fit e Bela Blog | Instagram @fitebelablog | Facebook @fitebelablog


5 vitaminas para garantir uma pele saudável, macia e vibrante.

Hey Fitbela! O rosto é o nosso cartão de visita, não é mesmo? E digo que, ele é a nossa melhor apresentação, por isso usamos e abusamos da maquiagem, que na maioria dos casos é utilizada para esconder marcas e até algumas imperfeições que nos incomodam,  mas ter uma pele luminosa e saudável vai muito além da vaidade.
 
Cuidar da saúde da pele é muito importante e ao contrário do que muitos pensam, ter uma pele limpa e sem manchas vai além do uso do protetor solar, um produto indispensável sim, mas que não faz milagre sozinho.



Você sabia que a alimentação pode fazer uma enorme diferença na aparência da sua pele?




Isso porque, nosso exterior é na maioria das vezes um reflexo do nosso interior, a falta de nutrientes importantes para a manutenção da saúde da pele combinados ou não com o consumo de alimentos gordurosos, o excesso de açúcar e de cafeína, que são considerados alimentos inflamatórios, trazem resultados negativos a saúde da pele, como acne, excesso de oleosidade, poros abertos entre vários outros problemas, por outro lado, consumir alimentos considerados aliados da saúde da pele,  fará uma verdadeira revolução na aparência dela!

O primeiro passo para ter uma pele lisinha, livre de manchas e radiante é, nutrir o interior, através de uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras, legumes e gorduras boas.

Agora que você já entendeu que é possível ter uma pele maravilhosa através de uma alimentação balanceada, é a hora de conhecer e saber onde encontrar as vitaminas que te proporcionarão uma pele saudável e bonita .


Vitaminas para uma pele saudável, macia e vibrante:






Vitamina C

Por que faz bem para à saúde da pele?
Também conhecida como ácido ascórbico, a vitamina C, não é produzida pelo organismo, para obtê-la é preciso ingerir alimentos ricos nesse nutriente.

A vitamina C possui efeito antioxidante, que protege a pele dos danos causados por agentes externos como (poluição, sol, poeira, vento...), e ainda é necessária para a produção de colágeno (responsável pela elasticidade da pele).

Onde encontrar?
Alguns alimentos considerados ricos em vitamina C, é a laranja, a toranja, o kiwi e o pimentão vermelho.

Vitamina A

Por que faz bem para à saúde da pele?
Também chamada de retinol, a vitamina A é nutriente hidrossolúvel (solúvel em gorduras) que pode ser encontrado nos alimentos de duas formas: Vitamina A pré-formada (retinol), presente em animais ou como carotenoides (pró-vitamina A) em plantas (frutas e vegetais).

Esse nutriente ajuda a reduzir finas linhas de expressão, auxilia a produção de novos vasos sanguíneos, auxilia a produção de colágeno, combate inflamações e atua na coloração da pele, proporcionando um brilho natural e saudável.

Onde encontrar?
A vitamina A pode ser encontrada em alimentos de origem animal como fígado bovino e em plantas como o espinafre, batata doce, cenoura e abóbora.




Vitamina E

Por que faz bem para à saúde da pele?
A vitamina E é outra vitamina solúvel em gordura, que protege as membranas da pele dos radicais livres, acelera a cicatrização e diminui a inflamação.

Onde encontrar?
Algumas das melhores fontes de vitamina E é, o óleo de germe de trigo, semente de girassol, amêndoas, avelã e óleo de cártamo.


Ômega 3

Por que faz bem para à saúde da pele?
O Ômega 3 é um ácido graxo essencial, que diminui o ressecamento e o acumulo de células mortas, lubrifica, diminui os sinais do envelhecimento, fornece força para as paredes das células, ajuda a fortalecer e protege a pele dos efeitos negativos dos raios UV.

Onde encontrar?
Apesar de ser muito conhecido como óleo de peixe, o ômega 3 está presente também em outros alimentos como no óleo de linhaça, nas sementes de chia, em nozes inglesas, e em peixes como salmão e arenque.

Biotina

Por que faz bem para à saúde da pele?
Também conhecida como vitamina B7, B8 ou vitamina H, atua na formação da pele, ela é obtida pelo organismo através da alimentação e usada pelo corpo na criação de blocos de construção de células saudáveis da pele, ajuda no metabolismo dos carboidratos, das gorduras e das proteínas, melhorando a saúde e garantido a hidratação.

Onde encontrar?
As melhores fontes de Biotina é, o fígado bovino, salmão, ovos, carne de porco (suína).


Mas, e a suplementação?



Sobre a suplementação com essas vitaminas!


Em primeiro lugar eu preciso ressaltar uma curiosidade:
- Segundo uma pesquisa realizada pela universidade Estadual de Oregon, o ômega 3 purificado, com aplicação tópica pode impactar mais forte na pele do que a ingestão de alimentos, pois assim o fígado se oxida em até 60% no processamento.

Como sempre falo por aqui, cada pessoa é uma e carrega características distintas, sendo assim algumas vezes o que funciona pra um pode não funcionar para todos, ter hábitos saudáveis sempre serão importantes e benéficos.

Em alguns casos, apenas a alimentação pode não ser o suficiente, até porque hoje em dia, as pessoas não conseguem ter uma alimentação que supra 100% todas as necessidades do corpo.







Dessa forma o mais correto é procurar um médico, fazer exames e descobrir se seu organismo tem ou não a falta de algum nutriente em especifico e lembre-se que a suplementação é um complemento e não substitui a alimentação. 

Outra opção é tomar multivitamínicos, que já contém na sua formulação essas e outras vitaminas citadas aqui, é só seguir os conselhos do farmacêutico na hora da compra que vai dar tudo certo!

[Fonte: Instituto nacional da saúde.] 


Já tomou alguma vitamina especifica para a saúde da sua pele? Qual vitamina você tomou? Me conta nos comentários, vou amar saber! 



Acompanhe outras dicas nas redes sociais!


    Pinterest Fit e Bela Blog | Instagram @fitebelablog | Facebook @fitebelablog

7 mitos da nutrição e do mundo fitness - Chega de tantas duvidas

Hey Fitbela! Eu posso apostar que você já escutou algum desses mitos e olha lá se não foram todos eles (rsrsrs), alguns são até engraçados e outros dá até pra pensar ser verdade e por isso, hoje vamos falar um pouco sobre alguns mitos e esclarecer de uma vez por todas o motivo dessas informações serem mitos e não verdadeiras, vamos lá?


arroz branco engorda?

 

Confira agora: 7 mitos da nutrição e do mundo fitness 



- Arroz branco engorda 

Eu até poderia brincar e dizer "o arroz não engorda, engorda quem come o arroz" (rsrsrs) mas, não dá para brincar com coisa séria, não é mesmo?

O arroz é um cereal maravilhoso, confesso para você que eu amo um arroz branco, sim o branco e nem por isso ele me fez engordar, pelo contrário, sempre comi arroz branco e boa parte da minha vida, estive abaixo do peso, está vendo só como não dá pra sair por aí julgando as coisas, porque na prática pode não funcionar muito bem.

O arroz branco tem essa tonalidade pois teve a casca, o farelo e o germe removido, esse processo altera o sabor, a textura e a aparência dele e isso ajuda a evitar a deterioração e a prolongar sua vida útil, durante o processo de moagem e polimento ele perde vários nutrientes e vitaminas mas ainda pode se tornar rico novamente, se for enriquecido.




O que muitas pessoas temem, não é a falta da quantidade ideal de vitaminas e minerais e sim o fato do arroz branco ser um alimento de alto índice glicêmico, ou seja, ele é absorvido mais rapidamente pelo organismo.

Porém se consumido na quantidade e na hora certa não faz ninguém engordar, o que faz uma pessoa engordar comendo arroz é o excesso, mas se a pessoa se entupir de arroz integral ela vai engordar da mesma forma.

Lembre-se: Tudo que é ingerido em excesso e nosso organismo não consegue transformar em energia é armazenado em forma de gordura, seja arroz, pizza, batata doce, frango, tudo mesmo!


Quanto mais suor menos gordura?


-Quanto mais suor mais queima gordura 

Minha avó ia fazer caminhada e sempre dizia "tenho que ir tomar banho antes do suor secar se não a gordura volta pra dentro", eu morria de rir porque não é o suor que determina isso.

Se fosse assim após um dia de praia tentando fortalecer a marquinha, você já ia emagrecer um pouco. 


A sudorese em excesso pode ser causada por vários fatores, alguns deles são: temperaturas quentes, as roupas que estão sendo utilizadas, a umidade relativa do ar, atividades físicas, estresse,  nervosismo náuseas, alimentos picantes entre outros. 


Para entender melhor você precisa saber que o suor existe para manter a temperatura corporal adequada, durante o treino seu corpo aquece e para regular a temperatura que é próximo aos 37ºC vem o suor, que nada mais é, do que perda de água e eletrólitos, ou seja, independente da situação, quando você suar não significa que você está queimando mais ou menos gordura ou calorias, e sim que o seu corpo está funcionando corretamente.

Lembre-se de se manter hidratada, quanto mais suor mais perda de água e essa água precisa ser reposta para o bom funcionamento do corpo.


Milagrosos e proibidos?

-Alimentos proibidos e milagrosos 

Alimentos só podem ser proibidos se você tiver alguma intolerância a eles, se não, não existem alimentos proibidos e muito menos alimentos milagrosos, tudo no nosso corpo funciona em conjunto, uma coisa depende da outra e isso não muda.

Existem alimentos mais ricos em determinada vitamina ou nutriente do que outros, mas isso não o torna milagroso e sim rico em determinada nutriente ou vitamina.


Cinta emagrece?


-Cinta emagrece

Sinto muito em te dizer, mas dos dois um, ou a pessoa que te falou isso é realmente desinformada ou ela não gosta de você, porque se alguém tiver como explicar como um pedaço de pano pode fazer o organismo queimar gordura, esse ser não é uma pessoa e sim um anjo (rsrsrs), cintas são modeladores corporais, não influenciam na queima de gordura, não se iluda!


O tempo e a absorção importa?


-Não precisa de proteína de rápida absorção pós treino, o importante é ter proteínas.

Para alcançar objetivos mais significativos é importantíssimo que tanto a proteína quanto o carboidrato consumido no pós treino seja de rápida absorção, pois é nesse momento que o seu organismo está sedento e tudo quanto facilita a absorção dos nutrientes necessários para a recuperação da fibra muscular, é bem vindo.





-Você não precisa se alimentar logo após a atividade física, a janela é maior que isso. Mas evite não comer depois de 1-2 horas.


Essa questão volta na anterior, imagine a situação, você treinou, deu o seu melhor, o treino foi intenso, você está só o caco e ainda por cima suada e descabelada, agora imagina como estão suas reservas de glicogênio (energia), praticamente, se não vazias!

Agora eu te pergunto: Você acha que seu organismo vai esperar sua boa vontade, de fornecer energia para ele após 1-2 horas? É lógico que não! Ele vai encontrar outra fonte de energia para gastar e se manter funcionando.

Até aí tudo bem, o negócio complica só depois que você descobre que a fonte de energia que ele encontrou para se manter funcionando corretamente foram os seus tão sonhados músculos!

Isso mesmo Fitbela, se você não se alimenta e fornece energia para o seu corpo quando ele está precisando, ele dará o jeito dele e no fim você perderá algumas gramas de massa muscular, massa essa que foi tão difícil conquistar.

Então, muito cuidado, se eu fosse você a partir de hoje já levava o pós treino na bolsa, ou vai preferir arriscar?


engorda ou emagrece isoladamente?


-Nenhum alimento emagrece/engorda isoladamente

E outra vez o excesso aparece aqui! Come 30 pizzas, apenas pizza, todos os dias durante um ano e depois me conta quantos quilos você engordou.

Se você comer um alimento isolado acima da quantidade de calorias que você consegue gastar diariamente você vai engordar e se fizer o oposto, comer menos do que o seu organismo precisa você irá emagrecer, mesmo que seja, um alimento isoladamente.

Tudo o que comemos é transformado em energia ou em gordura, o que não vira energia vira gordura e se não tiver a quantidade necessária para o corpo funcionar, o organismo vai usar ele mesmo, até não ter mais o que ele usar como fonte de energia e a pessoa entrar num quadro de desnutrição, ou outra coisa pior, muito cuidado Fitbela!

Aposto que você já caiu em algum desses não? Me conta aqui nos comentários 👇🏼

 



Acompanhe outras dicas nas redes sociais!

      Pinterest Fit e Bela Blog | Instagram @fitebelablog | Facebook @fitebelablog

5 receitas simples para reduzir o crescimento de pêlos encravados

Hey Fitbela! O tema hoje é para falar de algo que me incomoda muito, pelos encravados, eles te incomodam também? Fala sério, pelo encravado é uó. Mas para quem não sabe, eu vou explicar o que são esses inchaços estranhos que não são cravos, nem espinhas e aparecem em qualquer parte do corpo.

Os pelos encravados, são fios de cabelo que se enrolam e voltam a crescer na pele, em vez de se erguer, isso porque as células mortas costumam obstruir os folículos capilares, fazendo com que o fio não tenha força para atravessar a barreira presente na superfície.

Assim, o pelo é forçado a crescer embaixo da pele e para o lado, além da obstrução dos folículos, os pelos encravados também aparecem por conta de compressões na pele, atrito com roupas ou simplesmente pela agressão causada durante a depilação.

Você sabia?

Quer aprender a reduzir o surgimento de pelos encravados? Então vamos lá!



Dica 1 - ÓLEO DE COCO

O óleo de coco, é a minha gordura vegetal preferida, ele possui tantas utilidades, não tem como não se apaixonar! Sua potente ação antibactericida e antifúngica acalma a pele, diminui a inflamação e a dor, causada pelos indesejáveis pelinhos encravados.

Você vai precisar de:

  • Óleo de coco virgem (não refinado)
  • Um lenço de papel ou outro material para limpar a área.


Modo de usar:
Aplique o óleo de coco diretamente na área afetada e deixe agir, de 15 a 20 minutos, se possível massageie delicadamente com movimentos circulares. Após o período de descanso limpe o local.


Frequência de uso
Aplique o óleo três vezes na semana, em dias alternados.



Dica 2 - ALOE VERA (babosa)

Assim como o óleo de coco a Aloe vera tem ação antibacteriana e anti-inflamatória, acelera o processo de cicatrização e acalma a pele.



Você vai precisar de:

  • Aloe vera


Modo de usar:
Extraia o gel de uma folha de babosa e aplique-o na área afetada. (a quantidade vai depender do local que você irá aplicar). Deixe-o agindo sobre a área afetada por meia hora e depois enxágue com água morna.


Frequência de uso:
Aplique o gel três vezes na semana.


Dica 3- ÓLEO DE RÍCINO

O óleo de mamona, como também é chamado o óleo de rícino tem propriedades maravilhosas, ele é anti-inflamatório e antimicrobiano e também atua na limpeza da pele, o que ajuda a desobstruir os folículos, um dos motivos pelo qual os pelos encravam.


Você vai precisar de:

  • Óleo de rícino
  • Água morna
  • Toalha ou algum pano de sua preferência para limpar o local.


Modo de usar:
Aplique uma quantidade generosa de óleo de mamona na área afetada e massageie suavemente, faça movimentos circulares, deixe agir por cerca de 15 minutos. Umedeça o pano (toalha) na água morna e limpe o local.


Frequência de uso:
Aplique o óleo de rícino diariamente até notar diminuição dos pelos encravados.



Dica 4 - SAL GROSSO

O sal esfolia e remove as células mortas da pele, o que desentope os folículos, permitindo que os pelos cresçam na direção certa.


Você vai precisar de:

  • 2 colheres de sal grosso (determine a quantidade de acordo com o tamanho da área afetada).
  • 1 copo de água

Modo de usar:
Misture o sal e a água e depois massageie o local afetado com a mistura por cerca de 10 minutos, use movimentos circulares e suaves.


O ideal é fazer essa esfoliação na hora do banho.

Frequência de uso:
Repita o processo toda vez que tomar banho, até perceber uma melhora.


Dica 5 - BICARBONATO DE SÓDIO

O bicarbonato acalma e alivia a irritação da pele e da mesma forma que o sal, esfolia e desobstrui os folículos pilosos.


Você vai precisar de:

  • 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio
  • Um copo de água
  • Bola de algodão

Modo de usar:
Misture a água e o bicarbonato de sódio em um recipiente, umedeça o algodão na mistura e aplique no local e deixe secar completamente, cerca de 5 a 10 minutos então enxague com água fria.

Frequência de uso:
Repita o processo toda vez que tomar banho, até perceber uma melhora significativa.

Cuidados para prevenir os pelos encravados

Diga adeus aos pelos encravados com esse bônus!

ESFOLIAÇÃO CASEIRA COM AÇÚCAR E MIX DE ÓLEOS

Se você é fã de uma boa esfoliação, levanta a mão, a esfoliação é uma grande aliada quando o assunto são pelos encravados, isso porque ela remove as células mortas, a esfoliação com o açúcar empurra o fio que está ali em baixo da pele, sem precisar você remover com pinças e acabar ferindo o local. O óleo essencial de tea tee, Melaleuca Alternifolia (Tea Tree), que também é  conhecido como árvore do chá, afrouxa os poros e elimina facilmente os pelos encravados. O azeite é anti inflamatório e age para que não ocorra uma inflamação no local.

Você vai precisar de:


  • 1 xícara de açúcar mascavo, (se não tiver use o branco).
  • 1/2 xícara de azeite
  • 2 gotas de óleo de tea tree (aqui menos é mais!).

Modo de usar:
Misture todos os ingredientes e aplique a mistura na área afetada, massageie suavemente usando movimentos circulares por alguns minutos. Deixe descansar por um minuto ou dois. Em seguida, lave com água morna. Seque e hidrate.

Frequência de uso:
Use este esfoliante uma vez por semana.




Acompanhe outras dicas nas redes sociais!

    Pinterest Fit e Bela Blog | Instagram @fitebelablog | Facebook @fitebelablog
Fit e Bela Blog. Theme by STS.